OGIER-Vencedor-Turquia-2019-1200x675

Ogier regressa às vitórias na Turquia

15 setembro 2019

Naquele que é, provavelmente, o rali mais duro do WRC 2019, a Citroen provou a competitividade do C3 WRC dominando a prova turca ao longo dos três dias de competição. Desta vez foi a Toyota que esteve fora das melhores contas, apesar do triunfo de Ott Tanak na Power Stage, onde os 3 candidatos ao título registaram os 3 melhores tempos. Neuville foi o 2º mais rápido à frente de Ogier, e nas contas do WRC 2019 a emoção vai durar até ao fim.

A Citroen deu o mote para aquilo que pretendia na Turquia, com Esapekka Lappi a mostrar como se faz, para abrir mais tarde as portas a uma vitória do seu colega de equipa, porque Ogier é sério candidato ao título. Se para o campeão do mundo tudo correu sobre rodas, já para os seus principais opositores as coisas foram mais complicadas. O Toyota de Tanak parou com problemas elétricos, depois de Neuville ter capotado o Hyundai.

A pensar nas contas do campeonato, a Hyundai segurou o 3º lugar de Mikkelsen e a 5ª posição de Dani Sordo, para resguardar a liderança do WRC entre os construtores. Na resposta, a candidata Toyota assinou o 6º lugar com Latvala e a 7ª posição com Meeke, já que Tanak ficou muito longe do que se pretendia. Thierry Neuville não conseguiu melhor que o 8º lugar à frente do Ford Fiesta de Tidemand, mas com a M-Sport a saborear um excelente 4º lugar de Teemu Suninen, que andou sempre atrás de um lugar do pódio.

Na categoria WRC 2, após domínio total de Kajetanowicz em Skoda Fabia R5, o triunfo acabou por pertencer a Gus Greensmith em Ford Fiesta R5, depois do piloto polaco ter ficado sem tração dianteira no Skoda nas 3 últimas especiais, terminando o rali no 3º lugar da categoria, apenas duas décimas de segundo atrás do Fabia de Jan Kopecky. A dupla portuguesa Diogo Salvi e Bruno Magalhães terminaram a prova no 20º lugar.

Depois do Rali da Turquia, Ott Tanak continua a liderar o WRC 2019 agora com 210 pontos, seguido por Sébastien Ogier que totaliza 193 pontos depois desta vitória na Turquia. Thierry Neuville também está na corrida ao título somando 180 pontos. Longe das contas estão Mikkelsen com 94 pontos e Meeke com 86. Entre os construtores, a Hyundai está no comando com 314 pontos, aumentando a diferença para a Toyota que soma agora 295 pontos. A melhor colheita na Turquia foi para a Citroen que totaliza 259 pontos, seguida da M-Sport Ford com 184. A próxima prova do WRC é o Rali de Gales entre 3 e 6 de outubro.

Patrocínios
scroll up