Evans-SWE-01

Evans entra ao ataque numa Suécia pouco branca

14 fevereiro 2020

Elfyn Evans, naquela que é a sua segunda prova aos comandos de um Toyota Yaris, foi o mais forte deste primeiro dia do Rally da Suécia ao levar de vencida duas das quatro especiais que acabaram por compor o dia. Nas outras duas foi segundo, o bastante para concluir na liderança da prova com 8,5 segundos de margem.

As temperaturas mais frias que se fizeram sentir durante a noite levaram as que as condições do piso se apresentassem mistas, entre o gelo e a gravilha, mas com alguma neve a marcar uma bem-vinda presença, se bem que tímida, nesta segunda jornada do Campeonato do Mundo de Ralis.

O britânico venceu a primeira especial, mas Ott Tänak reduziu a diferença para apenas dois décimos de segundo no embate seguinte. Mais um bom tempo permitiu ao piloto do Yaris voltar a aumentar a vantagem num dia que se viu encurtado ainda antes do início do rali devido às condições climatéricas nada habituais para a época.

Tänak, que está de regresso à ação depois de impressionante acidente no Monte Carlo, mostrou-se contente depois do pouco tempo que teve aos comandos do Hyundai i20.

Enquanto isso, a jovem sensação Kalle Rovanperä completou o pódio a mais 5,8s de distância com o outro Yaris. O finlandês, que está a levar a cabo a segunda prova ao mais alto nível no WRC, perdeu o segundo posto depois de ceder preciosos segundos ao deixar calar-se o motor do carro ainda na fase inicial da última especial de hoje.

Sébastien Ogier colocou o terceiro Yaris no Top 4. O gaulês ficou a 17,8s da frente e planeia levar a cabo alterações à afinação do carro durante a noite para conseguir igualar o ritmo dos colegas de equipa que tem à sua frente.

Esapekka Lappi foi quinto com o Ford Fiesta e também deverá alterar afinações do carro. O finlandês terminou com 2,7s de vantagem sobre o atual líder do Campeonato do Mundo Thierry Neuville, que se viu algo prejudicado por ter de abrir a estrada.

Patrocínios
scroll up